Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não sei se isso é normal

Só sei que penso em ti a todo instante
enquanto estou desperto. E, quando o sono
invade a consciência, eu me abandono
em sonhos divinais. Tu és a amante,

a musa que povoa a minha mente,
a minha inspiração, tu és mulher,
és fada e feiticeira, sem qualquer
defeito n’alma. Tu és reluzente,

e nessa luz recobro o meu vigor.
E me contemplo: sou pobre mortal.
Tu és minha rainha, mas o rei

não sei se posso ser. A minha dor
não sei guardar. Não sei se isso é normal,
nem sei se posso amar-te assim, não sei.
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 20/01/2006
Reeditado em 23/01/2006
Código do texto: T101596
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 73 anos
939 textos (293015 leituras)
36 áudios (11312 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/04/21 23:10)
Paulo Camelo

Site do Escritor