Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A cada partida...

A cada parida entristeço, é como minh'alma partisse
Ouvisse ao longe um pranto, sou eu, esquecido num canto
A cada partida me desfaz a alma, me rasga o peito
Paro, olho , ando, esqueço, mereço tanto?

A cada partida um grito sanado, engasgado, seco
Um abalo, um santo, um lampejo de solidão, amanheço
A cada partida um frio, me escondo, só... entardeço
Esqueço quem sou, onde estou, onde você me levou, anoiteço

A cada partida ante os olhos frios com medo padeço
Violentado pelo dor de te ver parti, um pedaço iguinora
A flor no jarro chora e mesmo assim insistes em ir embora

A cada partida, um recomeço, uma chegada, mas fostes
Não ver que a aflora a cada partida uma esmola de solidão
E ai esqueces que aqui ainda bate um coração...
Edson Junior
Enviado por Edson Junior em 31/07/2008
Reeditado em 31/07/2008
Código do texto: T1106510
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edson Junior
Recife - Pernambuco - Brasil
234 textos (7086 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/11/19 23:41)
Edson Junior