Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CANTO CIDADÃO

Há um povo sofrendo as amarguras
da injustiça que grassa no sertão,
e esse povo, tratado que nem gado,
vem, um dia, cobrar a solução.

Tem que ser bem varrido o latifúndio,
há que a fome acabar, ruir no chão;
todo mundo plantando a sua gleba,
colheita para o teu e o meu irmão.

As cidades ficando humanizadas,
e o campo, com feliz padrão de vida,
as tristezas, de vez, erradicadas,

enfim, melhor da renda a divisão
- eis aí, numa soma resumida,
o que espera meu canto cidadão.

Fort., 30/09/2008
Gomes da Silveira
Enviado por Gomes da Silveira em 30/09/2008
Código do texto: T1204607
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Gomes da Silveira
Fortaleza - Ceará - Brasil
3220 textos (146293 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/05/21 18:50)
Gomes da Silveira