Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VEREDAS DE SOFRIMENTO

*Fanny*

Coração triste em eterno descompasso
não soube vislumbrar as veredas das estrelas
tropeçou na Razão...perdeu o passo
Agora vagueia desencontrado das paralelas.

A voz calou-se, aprisionou murmúrios
desfez enigmas, confessou segredos
abrigou sussurros eternos, doces augúrios
tresmalhados agora em infinitos degredos.

Dias e dias de clausura, sem vida
labirínticos horizontes em enorme agonia
alma lacrimejando de dor...vencida!

Trilho agora o destino sem alegria
Vãs utopias que deixaram sofrimento
nos caminhos floridos do pensamento.

 

Fanny Estrela
Enviado por Fanny Estrela em 15/03/2006
Código do texto: T123625


Comentários

Sobre a autora
Fanny Estrela
Portugal
230 textos (8102 leituras)
1 e-livros (104 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/04/21 10:46)
Fanny Estrela