Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nunca


Não há portas a nos separar, nunca houve
Só um tênue esperar sem cobranças
Um silêncio cúmplice  para quem ouve
O ranger de pés retornando das andanças
 
Não há relógios marcando tempo de espera
Só o badalar descompassado de corações apressados
Que insistentes, nas horas soltas emperra
No estio de braços solitários estilhaçados
 
Atravessa a passagem do imune momento
O pulsar da razão desatando  o coração
Quedando-se assim num átimo de pensamento
 
Minha vida que sem espreita longamente sorri
Defronte a porta imaginária  a ti confessa
Sempre aqui estive, do teu lado eu nunca saí
 
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 25/11/2009
Código do texto: T1943818
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 64 anos
1067 textos (59610 leituras)
25 áudios (3289 audições)
1 e-livros (248 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/19 07:32)
Angélica Teresa Almstadter