Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RASTROS!

Tantos sonhos perdidos,
Nas noites mal dormidas,
Tantos desejos fugidos,
Dos corpos nus ainda!

São desejos, são vontades,
São carinhos, fissuras, tesão,
Mas não vejo em tuas queixas,
Razão pro meu perdão.

Tantas lágrimas jorradas,
Nas vontades minhas castradas,
E um descaso que não teve!

Chega! Vai, siga, cabeça-mastodonte,
Pise a diante, não deixe rastros,
De modo, nunca a encontre.


Paulo Coelho Gomes
Enviado por Paulo Coelho Gomes em 19/07/2006
Código do texto: T197433

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Coelho Gomes
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
2669 textos (554251 leituras)
68 áudios (6704 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/05/19 14:20)
Paulo Coelho Gomes