Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto à uma partida

      Dedicado ao amigo e poeta Mario Roberto Guimarães



Perdoa Deus, querermos ser os donos
Daqueles que na terra nos mandastes
E para nós, com amor, Tu enviastes
Livrando-nos da solidão e abandonos.

Perdoa Deus, pois a nós Tu confiastes
A dádiva de ser tudo que somos
Amados conforme os Seus planos
No amor maior da mãe que Tu nos destes.

E sendo ela de tua confiança
Deixou que nos guiasse os caminhos
Sendo, na Terra, um anjo protetor

Perdoa Deus, querermos sempre, esse amor
E estarmos sempre a receber os seus carinhos
Como se dela, sempre fôssemos , a criança.
(Maria Cecilia)



SECULAR VIAGEM

Bondoso Pai, se algum de nós tivera,
Inda que pouca, a sabedoria
Para entender Tua vontade, um dia,
A alma, em si mesma, não se dera

Ao infortúnio da melancolia,
Ante o sofrer sem fim que a desespera,
Quando, em Teu sábio senso, deliberas
Por, a Teu lado, ter, quem nos havia

Sido legada como o bem maior
Com que presenteaste cada filho,
Durante o curso da nossa passagem

Por esta vida, secular viagem,
Que empreendemos, por divino trilho,
Saberíamos entender o amor.
(Mario Roberto Guimarâes)






Maria Cecilia Hequidorne
Enviado por Maria Cecilia Hequidorne em 27/01/2011
Reeditado em 29/01/2011
Código do texto: T2756154
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre a autora
Maria Cecilia Hequidorne
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1337 textos (28182 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/01/20 05:30)
Maria Cecilia Hequidorne