Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Canto de sereia

Esqueço o mundo em volta, esqueço tudo,
esqueço até a minha identidade,
a minha vida, o nome, a minha idade,
esqueço a minha voz, eu fico mudo,

e não consigo me esquecer de ti.
Tomei poção de amor que tu fizeste,
apaixonei-me pela voz celeste
e maviosa que jamais ouvi.

Um dia ouvi teu canto de sereia
e, enfeitiçado, sem notar, calei
a minha voz, parei pra te escutar.

Agora eu já não canto, a voz falseia,
até balbuciar eu já não sei
e, se não canto, escuto o teu cantar.
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 27/06/2005
Código do texto: T28527
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 72 anos
936 textos (290337 leituras)
36 áudios (11172 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/07/20 20:34)
Paulo Camelo

Site do Escritor