Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANDARILHA

Vago nas asas do tempo
Em busca de um pouco de paz
Não de raros momentos
O pouco não me satisfaz

Tão incerto é o caminho
Perdida inúmeras vezes
Continuo o trajeto, não desanimo
Reconstruo o que se desfez

No sofrer da roda viva
Desempenhando funções tão duras
Semblante meigo e triste
Vivo sombria as agruras

Contínuos passos ainda tento
Mesmo lânguida em estado dúbia

11/08/2011.
Esperança Vaz
Enviado por Esperança Vaz em 11/08/2011
Código do texto: T3152717
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Esperança Vaz
Cocal - Piauí - Brasil
591 textos (21398 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 04:43)
Esperança Vaz