Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto Cansado de Velho

         



O molhe de chaves balança ao vento...
O carro dorme na garagem.
Não há tempo de olhar o espelho.
Já nem uso maquiagem.

Uma caixa de brinquedos no alto do armário...
O calendário desfolha a memória
A cada aniversário aumentam os meus grisalhos,
O tempo canta parabéns ao contrário.

Eis um soneto cansado de velho,
Gasto de despedidas...
Mas nada é eterno nessa vida.

Se outras houver após esta.
Faço-me uma promessa...
Não nascer poeta.
Laura Duque
Enviado por Laura Duque em 24/11/2011
Reeditado em 15/09/2015
Código do texto: T3353979
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Laura Duque
Cabo Frio - Rio de Janeiro - Brasil, 52 anos
293 textos (29093 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/04/20 02:00)
Laura Duque