Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

feliz cotidiano

                 
                        Feliz cotidiano

Pisando sobre as ralas minuanas
adentrei-me prazenteiro na querência
e beijei minha alcíone, rara chama
que esbraseava minha fúlvida existência.

O fogão queimava as lascas de caiabana
e no fumego da panela vinha a essência
do louro no feijão, do bacuri e da banana
frita no óleo de coco com paciência.
 
Um menino azougue saltava-me num abraço
limpando a boca do mel de arapuá
e uma menina  airosa adorna-se de mirassóis.

É tudo que preciso se me sinto lasso
e corre-me a vida como meu ubá;
retardamo-nos no tempo sob azuis lençóis.
                                           
                                         
Chaplin
Enviado por Chaplin em 23/01/2007
Reeditado em 19/02/2007
Código do texto: T356337

Comentários

Sobre o autor
Chaplin
Rio Grande - Rio Grande do Sul - Brasil, 75 anos
420 textos (30341 leituras)
1 áudios (144 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/09/20 04:30)
Chaplin