Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



                          AMOR FRATERNAL      
 
                                              

             Eu sinto em meu viver um doce amor ardente. 
             Com toques mui sutis, busca sempre um amigo 
             que lhe sirva de pouso e seja confidente. 
             E nesta caminhada assim tão terna eu sigo,

             Certas horas, porém, estou muito afligente,
             lembrando com tristeza aquele amor antigo
             que com grande carinho era sempre presente, 
             tornando a minha vida um carinhoso abrigo. 

            Mas encontro, na minha estrada de ilusão, 
             uma figura meiga a segurar-me a mão, 
             trazendo para mim muita felicidade.

            E eu tenho agora, então, momentos de esplendor
            que me trazem de volta um enorme fervor, 
            fazendo-me viver feliz fraternidade! 

                                                                          
                                                                            ( Soneto alexandrino)



Alda Corrêa Mendes Moreira
Enviado por Alda Corrêa Mendes Moreira em 23/01/2007
Reeditado em 08/12/2008
Código do texto: T356416

Comentários

Sobre a autora
Alda Corrêa Mendes Moreira
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
213 textos (16057 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/19 13:32)
Alda Corrêa Mendes Moreira