Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

E agora eu choro

Eu fico a verter lágrimas sem fim
quando um poema escrevo em teu louvor,
pois o maior do mundo é este amor
que te dedico, e sinto que a mim

também devotas todo amor que existe
e mais um pouco, pois o teu é mais
que todo o meu, o teu amor me faz
esquecer que um dia eu já fui triste.

A tristeza, que em mim montou morada,
esqueceu o endereço, se mudou,
e agora eu choro, choro de prazer.

O amor me transformou, me fez do nada
um tudo. Agora eu vivo um louco amor
e choro esta loucura de viver.
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 20/07/2005
Código do texto: T36158
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 72 anos
936 textos (290412 leituras)
36 áudios (11173 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/07/20 05:13)
Paulo Camelo

Site do Escritor