Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NOVO SER IDEALIZADO




Hoje partirei sem ter para onde ir,
Levo comigo gravura e espoleta,
Cinzel que lavra certo o meu porvir,
Livros para ler e uma caneta.

Construirei um novo ser a partir daí,
Novos olhos e boca mais verdadeira,
Nos braços porei o que não se vê aqui,
Numa liberdade eterna e derradeira.

Minha palavra ouvir-se-á no além,
Pelos que agora são surdos à dita,
E onde houver gente que será alguém,

Por me escutar sem preconceitos,
Jamais acordará a palavra maldita,
Por vingar com os seus preceitos.

Jorge Humberto
12/02/07
Jorge Humberto
Enviado por Jorge Humberto em 13/02/2007
Código do texto: T379519

Comentários

Sobre o autor
Jorge Humberto
Portugal, 54 anos
2650 textos (69825 leituras)
22 áudios (947 audições)
13 e-livros (548 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/09/20 21:34)
Jorge Humberto