Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NÃO SEI...



Não sei se tenho saudade do Amor,
se é de mim mesma que tenho saudade...
Tão difícil me é viver nesta irrealidade,
nesta quase inexistência...sem fulgor!

Vivo sem viver; existo numa vida sem cor.
Debato-me com um excesso de liberdade
que afinal só me prende nesta ansiedade,
deixando-me numa solidão feita de dor...

É como morrer de sede à beira duma fonte.
É como olhar o mar sem nele poder entrar,
chegar à outra margem sem que haja ponte!

Fujo do que desejo. Tenho medo de encontrar.
Receio cair no vale, após ter subido o monte!
Mas gostaria de viver... p’ra me reencontrar!...

HELENA BANDEIRA
Enviado por HELENA BANDEIRA em 10/03/2007
Código do texto: T408335

Comentários

Sobre a autora
HELENA BANDEIRA
Portugal
397 textos (11874 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/20 21:08)
HELENA BANDEIRA