Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Louca solidão

Na falta que, inocente, cometi
por não fazer valer o meu amor,
vaguei o mundo, sem sequer supor
que o mundo que eu queria estava aqui,

bem diferente do que eu procurava.
Estava aqui bem perto, e eu não via,
eu não lhe creditei qualquer valia
e me perdi no mundo que eu sonhava.

E, ao não fazer valer o meu amor,
perdi o teu, e me perdi também,
e agora eu vivo a minha solidão.

Vagando, louco, sem conter a dor
da tua perda, eu vivo sem ninguém,
amarguradamente, sem razão.
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 20/08/2005
Código do texto: T44075
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 72 anos
936 textos (290427 leituras)
36 áudios (11173 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/07/20 16:18)
Paulo Camelo

Site do Escritor