Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Contemplação

Da janela da vida vejo tudo passando rápido
Como o lusco fusco da virada do dia para a noite
Tudo se desprendia veloz por entre os dedos da mão
Como se fosse areia movediça se movendo sem noção

Olhava tudo com um olhar vago pensando
Quantas coisas bobas sem sentido me perdi
Os valores passaram sem ver por não olhar
A contemplação formou cortina d’agua no olhar

A contemplar tudo notei que podia mudar
Só dependia do meu querer vencer barreira
Que me prendia em  velhas convenções sem eira

Na verdade meus pensamentos voaram longe
Foram em busca de novos sonhos para viver
Trazendo a aurora de dias lindos ao entardecer

Lucimar Alves
Lucimar Alves
Enviado por Lucimar Alves em 14/10/2013
Reeditado em 15/10/2013
Código do texto: T4524812
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Lucimar Alves
Goiânia - Goiás - Brasil
2288 textos (179026 leituras)
1 áudios (119 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/21 00:48)
Lucimar Alves