Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Canto de lamento

E amargo esta cruel desilusão,
esta opressão, este constrangimento
enorme que me invade. E o meu lamento
é forte, mas não traz consolação.

E eu canto pra esquecer que um belo dia
(e não faz muito tempo) a minha vida
era um jardim florido, uma incontida
e prazerosa paz. E eu não sabia

o quanto era feliz. E joguei fora
o paraíso em busca de um prazer
sem consistência, estúpido, fugaz.

E, quando eu canto assim, minh’alma chora
e o desalento aumenta o meu sofrer,
porém persisto, procurando a paz.
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 02/09/2005
Código do texto: T47171
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 72 anos
936 textos (290641 leituras)
36 áudios (11177 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/08/20 12:37)
Paulo Camelo

Site do Escritor