Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O riso e o choro

O riso, o choro, até pela canção
persistem choro e riso, e no poema
assim se contrapõem. Não há tema
em que se mostre tanto a emoção

como esse antagonismo salutar
que dá mais equilíbrio ao sentimento.
Uma canção de amor não é lamento
apenas. O poema há de exaltar

o lado alegre do nosso existir.
Assim entendo uma canção de amor,
que cante o riso e cante a ânsia louca,

encante sem necessitar fingir.
Assim eu canto essa explosão de dor
que brota, sem querer, da minha boca.
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 08/09/2005
Código do texto: T48872
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 73 anos
936 textos (292085 leituras)
36 áudios (11226 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/01/21 23:56)
Paulo Camelo

Site do Escritor