Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Memorial do frevo

No coração, um frevo compassado
no ritmo da sístole do passo.
Na mente, a poesia arma o laço,
que há de enforcar o bardo enciumado.

Ah, como é bom olhar para o passado
e enxergar, nos versos de menino,
borrões de um soneto alexandrino,
com as letras dum frevo inacabado.

Quiçá um velho frevo de Capiba
posto a evoluir evoluir ladeira à riba,
as Virgens de Olinda, a Pintonbeira...

E eu, que era poeta, não sabia
aquilatar o quanto a poesia
me levaria ao topo da ladeira.
Herculano Alencar
Enviado por Herculano Alencar em 17/09/2005
Reeditado em 09/02/2018
Código do texto: T51328
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Herculano Alencar
São Paulo - São Paulo - Brasil, 66 anos
1624 textos (79156 leituras)
271 áudios (2064 audições)
13 e-livros (5057 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/07/20 16:12)
Herculano Alencar

Site do Escritor