Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Velas enfunadas


Quando os ventos, de novo, enfunarem as velas
De teu barco de ilusões, em busca de teu destino,
Senta ao fundo, deixa que os sonhos de menino
Assumam o leme e te guiem através da procela.

Confia, despoja-te das bússolas e sextantes,
Sinta em teu corpo o calor deste vento norte
Que te levará a teu porto seguro, com sorte,
Onde reencontrarás, asseguro, a paz de antes.

Livra-te das tantas âncoras, poitas e cordames
Que, afoitas, te retiveram inerte, por toda a vida,
Não permitindo que se inflassem teus velames,

Agora és livre, singra os mares dos sonhos tantos,
Banha-te nua nas águas cristalinas, sê atrevida,
Deixa que a lua se embeveça com teus encantos.
LHMignone
Enviado por LHMignone em 18/07/2015
Código do texto: T5315371
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
LHMignone
Mimoso do Sul - Espírito Santo - Brasil
1407 textos (402219 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/01/20 06:10)
LHMignone