Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sobrevivente

Sobrevivente

Que meus versos não sejam vulgares,
Que seja somente mais uma mensagem.
Onde eu possa falar apenas de amor.
Neste mundo, onde estou de passagem.

Em meus versos, eu quero falar de paz.
A paz que almejamos para nossos filhos,
E sendo assim devemos mostrar a eles.
Que os fracos serão, reféns do egoísmo.

Sei que sou sonhador, ingênuo às vezes,
Em acreditar que pessoas, podem mudar.
E desfazerem todo mal que eles fizeram.

Alguém um dia vai ler meu verso e dirá.
Quem ele pensa que é pra falar de amor.
A eles eu diria, eu sou um sobrevivente!

Volnei Rijo Braga
Pelotas: 31/10/2015
Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 31/10/2015
Código do texto: T5433742
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 74 anos
2317 textos (155552 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/21 21:10)
Volnei Rijo Braga