Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pai... Que saudade


Pai... Que saudade

Meu pai meu amigo meu companheiro
De tantas horas e tantos Janeiros
De ti eu sinto uma grande saudade
Contigo eu aprendi, a dizer a verdade.

Foste tu quem me ensinou a caminhar
Carregou-me pela vida sem reclamar
Mas, um dia partiu, sua hora chegava.
Foi sem me dizer... Quando voltava.

Pai eu sei que sua missão aqui na terra,
Foi cumprida com êxito como ordenado,
Construir um lar, e uma linda família.

Pai, obrigado por tudo que me ensinou.
A grande verdade não está nas palavras
Está no amor, que sentimos pelo irmão!

Volnei Rijo Braga
Pelotas: 03/12/2015
Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 04/12/2015
Código do texto: T5469604
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 74 anos
2317 textos (155500 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/07/21 16:34)
Volnei Rijo Braga