Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Servo amante

Sem ter a quem pedir, eu peço a ti
- e pedirei por toda minha vida -
amor e paz, paz que julguei perdida,
amor que sei que não perdi.

Eu pedirei carinho, eu pedirei
um pouco de ternura. Eu vou viver
pedindo a ti, pois não quero esquecer
que um dia eu não pedi, que um dia errei.

Mas, pra não pedir tanto, eu te reservo
um mundo que fizemos para nós,
e o teu pedido para mim é lei.

Eu vou ser teu por toda a vida, o servo
amante, que te pede em alta voz
que entendas este amor que te guardei.
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 29/09/2005
Código do texto: T54913
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 72 anos
936 textos (290673 leituras)
36 áudios (11177 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/08/20 13:38)
Paulo Camelo

Site do Escritor