Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUANDO VOCÊ CRUZOU AS PERNAS

Você cruzou as pernas e ajeitou o decote
Enquanto garbosamente falava.
Nesse momento faltou ar na minha glote
E eu me tornei sua humilde escrava...

Aceito resignada desprezo ou chicote
Ser a segunda, quarta, sexta, oitava
E mesmo que você não me note
Ou me censure mandando contar fava

Serei paciente como um sacerdote
E mansa como o vulcão sem lava;
Peço apenas que não me enxote

Tal ao cão com a vassoura de piaçava,
Ou ao intruso a porta com a aldrava,
Tal ao moleque atrevido c’ um piparote.

01/12/2016
Viviane Marques Miranda
Enviado por Viviane Marques Miranda em 01/12/2016
Reeditado em 02/12/2016
Código do texto: T5841030
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Viviane Marques Miranda
São Paulo - São Paulo - Brasil
115 textos (11340 leituras)
6 e-livros (343 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/19 21:00)
Viviane Marques Miranda