Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Porca miséria... Porca Justiça...

A justiça anda cega, rota, cambaleante
E deliberadamente parcial a sua balança
Cujos pratos, para quem não é importante,
Sobrepesam os erros e corroem a esperança.

Ao olhar para baixo, seus olhos vendados
Vêm até o que não há e a espada desce abrupta
Ceifando a liberdade dos que já são condenados
Antes de julgá-los a senhora cega e corrupta.

Mas, ataca-lhe a labirintite ao olhar para o alto
E finge não ver o óbvio e cotidiano assalto
Pelos detentores do poder vilmente praticado.

Vende-se, pois, a troco de dinheiro roubado
E chafurda com os porcos na lama da corrupção
Assassinando a ética e a moral nessa podridão.
                                                               Cícero – 26-01-2017
Cícero Carlos Lopes
Enviado por Cícero Carlos Lopes em 27/01/2017
Código do texto: T5894794
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cícero Carlos Lopes
Ferraz de Vasconcelos - São Paulo - Brasil, 43 anos
374 textos (6591 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/19 08:49)
Cícero Carlos Lopes