Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sinal Verde                2ª edição

Eu trafegava na avenida vida,
Em direção à amada querida,
Quando a mim o sinal amarelou!
Meu rico coração quase parou!

Ela ameaçou de mim se afastar,
Cumprindo nossa verdugo promessa,
Resolveu para longe viajar,
Senhor Jesus, só me faltava essa!

Nisso o sinal logo ficou vermelho,
Eu assustado quase destrambelho,
Tentando o meu coração não parar.

Demorou mas um dia ela voltou.
Seu sorriso aberto sinalizou:
O adorado verde de seu olhar!








---------------------------------------------------------
2ª edição:
---------------------------------------------------------
A 1ª ediação foi publicada no Recanto em 12/07/2007 com 20 leituras.
Código do texto: T561994 (mas quando publicamos a 2ª edição tiramos a 1ª)
---------------------------------------------------------
Comentários recebidos na 1ª edição:

12/07/2007 16h52 - ceci
Lindo o seu soneto quase urbano enquanto pairava eu pelos ares quase bucólicos. Agora que voltei pra cidade grande,estou alegre por encontrar o amor gostoso no seu olhar de jabuticaba. Bj e parabéns. Ceci.


19/07/2007 00h01 - Tânia Regina Voigt
Nada como um sinal verde pra nos enchermos de esperança e, coragem. Belos versos! Outro lindo soneto! Um abraço.


17/07/2007 16h20 - Eduardo Tenório
Puxa, apareci para agradecer tua visita e... Recebi belo presente. parabéns ao poeta e à musa. Grandes abraços, Eduardo.


14/07/2007 01h40 - Canto do Cisne
Oi Leon ,lindo o seu soneto,gosto de ler o que vc escreve, pela criatividade e beleza que tão bem coloca em sua poesía!!!um abaço.


13/07/2007 02h31 - kira
Muito lindo, Leon, ainda bem que sua Ceci voltou... Beijos.

Leon del Bargo
Enviado por Leon del Bargo em 28/08/2007
Reeditado em 30/11/2007
Código do texto: T628031

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e seu email leondelbargo@yahoo.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leon del Bargo
São Paulo - São Paulo - Brasil, 56 anos
204 textos (12775 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 17:52)
Leon del Bargo