Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Retalhos

Adormeci numa enorme poça de lágrimas 
e quando acordei, elas ainda não tinham secado.
A decepção que me cobriu o corpo todo,
é retalhos de lembranças do meu passado.

Retalhada que fui, sigo sangrando,
recebendo golpes quando já me encontro no chão.
Preço alto que paga quem segue amando,
idolatrando, um amor que preferiu a ilusão.

Retalhos de uma emoção que senti,
formam uma cortina de tristeza em meus olhos,
e as linhas não costuram mais os pedaços entre si.

Retalhos de um sonho não vivido,
mostram que a sonhadora não adormeceu,
sonhou acordada e não viu o momento em que o sonho morreu.




TRANSPARêNCIA
Enviado por TRANSPARêNCIA em 29/08/2007
Reeditado em 16/05/2011
Código do texto: T629348

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Suavidade). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
TRANSPARêNCIA
Campinas - São Paulo - Brasil
734 textos (39519 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 02:24)
TRANSPARêNCIA