Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A casa do cão


Aqui dentro, tudo é pequeno;
É palco, de gesto obsceno;
É um mundo, sem amigos;
É palco de atores, fingidos.

Aqui, não existe a lei, do mais forte,
Voce conta, com um gesto, de sorte,
Todos cometeram, um tipo, de delito,
Mas, inocência! É à força do grito.

O concreto e as grades, limite covarde,
A pequena janela, o fim de tarde,
As lembranças, à vontade,

A profunda e, melancólica solidão,
As idéias e, os sentimentos na, prisão,
Não queira conhecer, a casa do cão.

Gilmar Queiroz
Enviado por Gilmar Queiroz em 30/08/2007
Código do texto: T630366

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gilmar Queiroz
Laranjal do Jari - Amapá - Brasil, 41 anos
250 textos (4758 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 01:29)
Gilmar Queiroz