Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Anjos Exilados

Sou aquele anjo bem ali caído,
Na sede do primeiro verbo amar
Jogado, traído e esquecido...
Cativo num cárcere, pude provar.

Todos os gostos amargos da Dor.
Uma tempestade que não cessa...
O lado sombrio envolto do Amor;
Nos meus olhos chuvosos, expressa.

Tive o meu coração remendado,
Tecido com restos e reinventado
Não nos ensinam a "desamar"...

De onde vim, anjos não podem amar.
Às vezes viram cinzas, somem no ar;
Deus nos exilou do paraíso, pecamos!


Cristina Milanni
Enviado por Cristina Milanni em 16/04/2018
Código do texto: T6310277
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cristina Milanni
Catalão - Goiás - Brasil
81 textos (878 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/07/18 15:45)
Cristina Milanni