Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Instantes Serenos

Te sentia como que não merecia
Instantes serenos... Meu corpo deitava
À esta sombra, mulher perfeita que amava
Assim dormia os sonhos que o amor sentia

Assim lhe tive como algo raro e bom
A pétala da flor no sereno do amor
E se combina simploriamente com dor
E uma saudade de ouvir do prazer teu som

Amei cada dia de minha vida cruel
Em busca de uma Alquimia de vida
Fiz momento chegado, minha partida

E encontrei debaixo do meu travesseiro
Que procurei pelo mundo todo a fora
A simplicidade do amor verdadeiro...

Graciliano Tolentino
21 - 05 - 2018
Graciliano Tolentino
Enviado por Graciliano Tolentino em 25/05/2018
Código do texto: T6346329
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Graciliano Tolentino
Bertioga - São Paulo - Brasil
207 textos (5880 leituras)
4 e-livros (334 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/19 08:14)
Graciliano Tolentino

Site do Escritor