Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Houve um Perfume...

Do frenesi que me despertava teu cheiro
Enquanto ainda se arrepiava em carícias
Nem sabíamos ainda entender malícias
Mas dor, ao que vivíamos era, o lindeiro

Eu que muito te quis e te quero até hoje
Mesmo relutante e talvez apreensivo
Sem saber... Teu olhar será compreensivo?
Ou, então, o do das presas com medo, que fogem?

Houve um perfume que senti por estes dias
Acredito... Possa ser o mesmo de outrora
Caso não seja, perdoas... Não mentirias

L’a vie est belle... De quando me abriu a porta...
E abracei-lhe com tanta energia pura...
Um momento feliz que a memória não corta...


Graciliano Tolentino
  31 – 05 – 2018
Graciliano Tolentino
Enviado por Graciliano Tolentino em 31/05/2018
Reeditado em 07/07/2018
Código do texto: T6351518
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Graciliano Tolentino
Bertioga - São Paulo - Brasil
207 textos (5893 leituras)
4 e-livros (334 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/19 11:44)
Graciliano Tolentino

Site do Escritor