Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pecado

Em meio a tantas falas fico mudo,
Mudado em santas palas, paladares.
Ao seio de outras matas, outros ares,
Arado em terras fartas a saúdo.

Não creio nesta vala, rasa cova,
Covarde que se cala frente ao frio.
Frieza que se abala noutro rio,
Risada que apunhala a lua nova.

Palavra que assinala minha frase,
Qual crase, qual cabala que entorpece.
Que aquece e foge a bala sem a prece,

Preceda esta sala e não se atrase.
Atraco, pois a mala em meu papel,
Pecado em verso e gala pelo céu.
Amargo
Enviado por Amargo em 03/09/2007
Código do texto: T637403

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Alessandro Martins Gonçalves). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Amargo
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 41 anos
339 textos (15193 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 22:19)
Amargo