Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O mal e a morte


Agora, que perdi meu coração,
que venha, o mal e a morte,
trilhando os caminhos, da tentação,
desabrochando em flor, a própria sorte.

O amor, que eu tinha na vida, se foi,
deixando um rastro, de desgraça,
Diferente da despedida, pois não me disse: um oi!
Suas lembranças, tento transformar em fumaça,

E continuar á vida, de espectro ambulante.
É incrível como não, dominamos nosso destino,
e mesmo sem carteira, ele continua ao volante,
transformando-nos, em passageiros clandestinos.

E nos dando ordens, como se fossemos meninos,
Dementes e mui traquinos...


Gilmar Queiroz
Enviado por Gilmar Queiroz em 06/09/2007
Código do texto: T641089

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gilmar Queiroz
Laranjal do Jari - Amapá - Brasil, 41 anos
250 textos (4758 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 10:59)
Gilmar Queiroz