Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A EMOÇÃO


Indiferente, riu, foi embora
não sou gente,não tenho alma .
Dissipou a esperança no agora.
A morte não demora , calma.

Secas lágrimas, dor sem cor,
Nem lembro o que é amor.
Como ave, me sentia o condor
Eu era poeta cheia de ardor.

Fantoche ,oca sem história
caixa vazia de lembranças
só me resta a sombra fria.

Procuro a emoção na memória ,
Sem saber o que fazer ,amorfa,
Decreto alforria de mim .


5/09/07
Maria Thereza Neves
Enviado por Maria Thereza Neves em 07/09/2007
Código do texto: T642150
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Thereza Neves
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil
3365 textos (91956 leituras)
6 e-livros (225 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 12:40)
Maria Thereza Neves