Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sonetos para Limeira

No sábado, dia 15 de setembro é aniversário de Limeira - SP. Faz algum tempo que escrevi estes 8 sonetos para homenagear minha terra natal e hoje quero dedicar este singelo trabalho a todos que nasceram ou vivem em Limeira. Espero que gostem. Abraço

+++++

Sonetos para Limeira

Abertura

A morte do frei – Versos: heroicos – Fiore

Aos pés do Morro Azul, sob a cantiga
Das águas calmas de um bom ribeirão
Nasceu, o Chão Bendito, a mãe amiga
De um povo com amor no coração.

A morte não é fim! Vejam vocês,
Que um dia, pernoitou ali, um irmão
Que trouxe o fruto; o Frei João das Mercês
E pôs raiz profunda em solo são.

Quem vem determinado a produzir,
Brotar, dar flores e frutificar,
Jamais amargará o esquecimento.

E assim, Limeira viu o céu se abrir,
O frei descer e a história pôr no altar,
Bem alto, muito alto – o firmamento.

+++++

Parte 2

O Rancho da Limeira

Versos: Martelo agalopado – Fiore

Desde o início... Eis o Rancho da Limeira
Adornado ao redor com uma cruz.
Foi abrigo, descanso e paz certeira,
A quem vinha à procura de sua luz.

Bandeirantes, tropeiros de passagem,
Ali viam o amor que ao céu reluz.
Toda força e esperança pra viagem
Eram dons reais que só o bem produz.

De pousada a povoado e freguesia,
Foi à vila e cidade, um grande avanço.
Passo a passo, sem nunca arredar pé.

O trabalho dos homens de ousadia
Que enfrentaram batalhas sem descanso
É a prova de um povo que tem fé.

+++++

Parte 3

Legislativo e Libertação

Versos: Gaita galega ou Moinheira – Fiore

Já com corpo de menina crescida,
Avançava com vigor sem igual.
Como vila, viu ganhar nova vida.
Com suor vai bem mais alto, afinal.

Foi então, que na paragem do frei,
Veio à tona, a ordem viva e real:
Eis criada, a grande Casa de Lei
Pra manter-se no progresso e moral.

Não parava por aí, o seu destino
De vitórias, de conquistas e bravos.
Apoiados pelo amor e grandeza,

Pôs um fim no maior dos desatinos,
Libertando das correntes, os escravos,
Muito antes da caneta da alteza.

+++++

Parte 4

Elevação à cidade – Fiore

Versos: Iâmbico

Limeira, enfim se abriu, deu flor e fruto.
Passou a ser cidade e abriu suas portas.
Fez forte a base, o alvo. Seu reduto,
No Estado é fonte limpa. A grande aorta.

Seu povo ordeiro aplica-se ao trabalho
E aquele, que um dia aqui se aporta,
Ainda que seus passos sejam falhos,
Há sempre um braço aberto que conforta.

Cidade amiga, mãe que acolhe o filho.
A mão de Deus está sobre você.
Por isso, seu caminho é de vitória.

Em suas terras, nunca falta o brilho.
Sua mesa farta, sempre, o céu provê
E as bênçãos seguem sua grande história.

+++++

Parte 5

Primeiros templos – Versos: Sáficos – Fiore

Povo de fé. Busca do amor maior
Mirado em Deus, grande Senhor... Fiel.
Sinceridade e orações de cor
Sorvendo bênçãos, com sabor de mel.

Em meio às lutas do poder... A luz
Postou-se à frente. Escudo; o bom broquel.
Dentro dos templos, o sinal da cruz
Tinha o sabor mais doce do que o mel.

De uma capela circundada em flores,
Limeira viu, no Evangelho, o norte
E assim seguiu seu nobre dom já escrito.

Herdou a santa proteção das Dores,
Depois chegou a vez da Boa Morte,
Também as bênçãos de São Benedito.

+++++

Parte 6

Economia – Versos: Sáficos invertidos – Fiore

No início, da laranja, a capital,
Depois, o berço da citricultura.
Agora, longe da área rural,
A joia folheada é sua cultura.

A vasta indústria é, sim, cartão postal,
Que mostra firme e sólida estrutura.
O povo é um guerreiro sem igual,
Que luta, mas não perde sua candura.

Na força do comércio, o grande orgulho.
A ação das entidades sociais,
Demonstra que sua gente tem valor.

Trabalham em silêncio. Sem barulho.
Libertam os aflitos dos seus ais.
Limeira... Do seu solo brota amor!

+++++

Parte 7

Mente sã – Versos: Sáficos invertidos – Fiore

Os novos tempos, cheios de esperança
Dão ares a uma viva realidade.
A escola, com trabalho, hoje alcança
Seu grande sonho, na universidade.

O que dizer da arte, que hoje lança
Artistas com talento e qualidade,
Um vasto repertório, por herança,
Riqueza pronta pra posteridade?

Basquete e futebol têm o respeito
E estão cravados fundo, na memória
De quem pôs o estandarte lá na proa.

O povo sente orgulho dos seus feitos
E preza cada instante de sua glória.
Limeira é exemplo que aos confins ecoa.

+++++

Parte 8

Final

Versos: Sáficos – Fiore

O Sol jamais deixou de dar calor
À Tatuibi, que vem de berço puro.
Quem nasce aqui, pode prever, supor
Que há algo bom guardado no futuro.

O chão que finca forte, sua raiz,
Levanta o tronco firme e bem seguro
E do alto lança o fruto além... Prediz
Que em pouco tempo, ele estará maduro.

Feliz é o filho amado deste chão!
As suas bênçãos não terão final.
Aqui, o céu cedeu a firme mão.

Fez forte, a proteção de todo o mal.
Quem chega aqui vê um futuro lindo.
Limeira diz: irmão... Seja bem-vindo!

Fiore
fiore carlos
Enviado por fiore carlos em 10/09/2018
Código do texto: T6444234
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
fiore carlos
Limeira - São Paulo - Brasil
871 textos (335764 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/05/21 20:25)
fiore carlos