Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Surges no infinito

Surges no infinito, eu vejo, teu candeeiro,
alumiares aqui neste sagrado solo.
Onde tu vistes de muitos o derradeiro,
suspiro, findar-se, sob teus olhos.

Lágrimas, tantas angústias e mágoas,
passaram por estes campos...
Levadas por estas águas,
e embaladas pelo teu canto.

Escutas tua harpa os seres da noite,
que vagam por esta terra, de paz e açoite,
que andam por estes prados...

E sentes por dentro sangrar-te lhe indo,
o caminheiro, que andas ferido,
com teus punhais no peito cravados.
ThiagoMac
Enviado por ThiagoMac em 06/12/2018
Reeditado em 21/01/2019
Código do texto: T6520665
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ThiagoMac
Itirapina - São Paulo - Brasil, 34 anos
256 textos (2540 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/03/19 11:13)
ThiagoMac