Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMA VIRGEM

Este meu verso de amor
Desabrochando desejos profanos.
Vivendo  a emoção da virgem
Ao ser desabrochada pelo amante.

Os lábios entre aberto
A espera do beijo ardente do arcanjo.
Todo teu corpo é poema despido
Úmido de desejo, terna amante.

Estranha sensação que alucina
Na completa nudez á carne Luminosa,
Despontando através do desejo.

Dar-me teu corpo, poema virgem,
Este estranho calor nas entranhas
Depois foges de mim, na dor do gosejo.

____Nillo Sérgio.
@poetadobalcao
PoetaDoBalcao
Enviado por PoetaDoBalcao em 06/12/2018
Código do texto: T6520682
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
PoetaDoBalcao
Teresópolis - Rio de Janeiro - Brasil
1589 textos (16694 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/18 19:24)
PoetaDoBalcao