Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sovaco da beldade e a economia doméstica, porque o amor é de graça

Façamos o orçamento de braços meio-abertos
ao sentarmos à mesa, são grandes os gastos,
temos gastado tanto c'os cabelos bastos
da tua cabeleira e nos bares abertos

que agora só nos restam beijos e abraços,
amar, amar, amar, até cair de lado,
para de amor ficar todo embriagado,
em troca de olhares felizes e lassos,

tirando uma pestana, enquanto ainda ofega
o casal de amantes saído da refrega,
dentro da cama larga, sob pano de fundo

em que paixão maior fez jogo cabra-cega
em que d'olhos abertos era a estratega
de toda a beleza de um espaço profundo.

Cora Colatina - poetisa capixaba nascida em Cariciaseca
Fabio Daflon
Enviado por Fabio Daflon em 22/01/2019
Código do texto: T6556534
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fabio Daflon
Vitória - Espírito Santo - Brasil, 65 anos
4330 textos (104462 leituras)
14 e-livros (163 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/06/19 20:20)
Fabio Daflon