Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Delírios do Poeta!


Tento o alto, galgar a montanha ,
Me rasgo , derrapo em trapos
Quando a distancia é tamanha
Nos estranhos ventos dos tempos.

Mesmo que um dia cheque ao cume
A descida pode abraçar sombras ,
A poesia talvez outros destinos rume.
Nada terá matado a fome nas sobras.

Perco-me  em pensamentos vãos,
Não sabendo, definindo
Os caminhos cegos das mãos !

Pergunto-me, o que será mais sutil ,
Olhar, guardar, resgatar,restaurar ?
Prostrada, calo a emoção doída, inútil !

19/09/07-13h
Maria Thereza Neves
Enviado por Maria Thereza Neves em 20/09/2007
Código do texto: T660085
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Thereza Neves
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil
3365 textos (91964 leituras)
6 e-livros (225 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 08:38)
Maria Thereza Neves