Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


 

 

 

Quão lúdica pode ser a aurora,

Que clama na luz do agora.

Por um reflexo um beijo então,

Para devolver ao juízo a razão.

 

Onde todo prazer enfim se faça,

No contentamento de uma graça.

Realidade ao invés da ilusão.

Palatável a urgência do coração.

 

Porque de equívocos me cobri.

E em futilidades me descobri.

Para dilema da fria opinião.

 

Que me habita na luz do dia.

Que me fustiga na noite vazia.

Para atirar-me a pura questão.

 

 

Gerson F Filho
Enviado por Gerson F Filho em 20/09/2007
Código do texto: T660373
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gerson F Filho
Guarapari - Espírito Santo - Brasil, 60 anos
352 textos (8722 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 07:18)
Gerson F Filho