Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sodomia Necrológica

Os corpos beijam cada novo verme
Cada chaga que morde os intestinos
Atiçando desejos libertinos
Roçando com violência a epiderme.

Coletiva miséria, paladinos
Modernos tão devassos qu’algum germe
Vai querer repetir teu nobre creme
Mais hipócritas que mil Saladinos.

Mas vejo homens cansados copulando
Com vaginas abertas, carcomidas
E as massas canibais tão comprimidas

Isso tudo daria um asco nefando
Mas acordo observando vivos corpos
Apodrecendo em valas, como grupos.
Fabio Melo
Enviado por Fabio Melo em 26/09/2007
Código do texto: T668663

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fabio Melo
Santo André - São Paulo - Brasil, 33 anos
799 textos (273224 leituras)
6 áudios (1655 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 02:22)
Fabio Melo