Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Azevedo


Eu não vou comentar os teus arranjos,
nem opinar sobre teu samba-enredo,
sei que conheces todo meu segredo,
não vou o sexo discutir dos anjos!

Eu não vou fazer coro com marmanjos
que de censores nos apontam o dedo,
no seu canil já lembrava Azevedo,
rações vencidas causam desarranjos!

Como percebo que tu não notaste
a sombra amiga de certo contraste
que sempre chega quando eu converso,

falando agora justifico os fatos,
como no Credo um dia entrou Pilatos,
o Azevedo entrou neste verso!
RIOMAR MELO
Enviado por RIOMAR MELO em 08/11/2019
Código do texto: T6790380
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
RIOMAR MELO
União da Vitória - Paraná - Brasil
9684 textos (143522 leituras)
1 e-livros (50 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/11/19 23:49)
RIOMAR MELO

Site do Escritor