Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NOITE ESTRELAR

Meu abando não é-me solidão;
Tristeza como pensam os lorpas...
Ah! Pascácios da vida em brasa;
Porque o universo pífio é solidão neles...

Carros passam por mim em paixão;
Eu não vivo da ilusão na delusão;
Mas a brasa dormida em chama;
Ainda aquece meu coração sorrindo...

Sou minha ferida viva em carne;
Não lembro-me dos balões coloridos de festas;
E nem gosto dos espinhos que matam flores.

De tanto amor sufoco-me em um voar livre;
E com prazer e sem dor sigo minha estrada;
Movendo-me como os raios vividos em mim.
Sérgio Gaiafi
Enviado por Sérgio Gaiafi em 09/11/2019
Código do texto: T6791189
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sérgio Gaiafi
Campina Grande - Paraíba - Brasil, 53 anos
1126 textos (7193 leituras)
9 e-livros (128 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/19 16:00)
Sérgio Gaiafi