Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A VIRADA DA FOLHA

Quando me julgaram por nada;
Fiquei triste na janela do coração;
E tentei fazer algo para não sofrer;
E não foi-me abeta a porta da vida.

Oh! Foi-me mórbido o terno em luto;
Consegui em ninho só chorar em lã...
Porque as noites foram de angustia;
No mar dos mares da minh'alma.

Hoje, estou a ver um jardim em raízes!
Minha luz brilha no luz da eternidade...
Porque sou existência da essência.

São dias e noites em perfume...
Onde cada flor brilham nos roseirais;
E eu vou seguindo com o andar do tempo...

Sérgio Gaiafi

 
Sérgio Gaiafi
Enviado por Sérgio Gaiafi em 09/11/2019
Código do texto: T6791209
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Sérgio Gaiafi
Campina Grande - Paraíba - Brasil, 53 anos
1129 textos (7276 leituras)
9 e-livros (131 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/19 01:10)
Sérgio Gaiafi