Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A IRÁ DO ANJO

O ódio tomou-me em meiga paz sem perceberem;
O caos que o tempo deixou em cicatrizes n'alma;
Que nem o iodo ardendo cura tamanha ferida...
E delicadamente estou em branca luz para o ato.

Nada poderá fazer eu esquecer o que fizeram;
Para este ser que chora calado num pranto;
De irá em flores com talos em espinhos;
De uma carne viva em sangra em música.

Eu vesti o amor enganoso num sinal de paz;
Que na hora do grito mudo em silêncio;
Ferirei meus algozes com a lança da dor;.

Vagueio de vestes brancas entre o sol de lua;
Com o sal que faz-me presente na terra em lodo;
Uma lama que assola os que pensam em piedade.
Sérgio Gaiafi
Enviado por Sérgio Gaiafi em 11/11/2019
Código do texto: T6792779
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sérgio Gaiafi
Campina Grande - Paraíba - Brasil, 53 anos
1126 textos (7185 leituras)
9 e-livros (128 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/19 05:58)
Sérgio Gaiafi