Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olhinhos castanhos

Hoje eu sei, que magoei você,
Olhinhos castanhos,
Não direi, que foi sem querer,
Pois o amor, não passa de sonhos.

Sinto, as lagrimas, olhinhos castanhos,
Saiba! Que doeram mais em mim,
A vida! Tem caminhos estranhos,
Nosso começo, sempre, foi o fim.

Não direi, que foste errada,
Ao nutrir, sentimentos de amor,
Porem, não sou tua estrada,
Olhinhos castanhos, linda flor.

Olhinhos castanhos, perdão,
Mas, não governamos o coração.

Gilmar Queiroz
Enviado por Gilmar Queiroz em 13/10/2007
Reeditado em 14/10/2007
Código do texto: T692874

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gilmar Queiroz
Laranjal do Jari - Amapá - Brasil, 41 anos
250 textos (4757 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 15:31)
Gilmar Queiroz