Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SIMPLESMENTE CRIANÇA




Quero cantar e dançar, fazer tropelias
Como uma qualquer criança distinta
Quero que meus riscos sejam poesias
Sem que aqui aja a palavra contrita.

Quero subir às árvores, subir às janelas
Rasgar os joelhos, puir minhas roupas
Rebolar no chão, olhar por detrás delas
Aos gritos de adultos, palavras moucas.

Quero jogar ao peão, saltar a fogueira
Ser um endiabrado menino sem condição
Ser o que arde como toda a madeira.

Depois em casa cansado de tanta rebeldia
Ouvir o descompasso do meu coração
Como se escrevesse a mais bela poesia.

Jorge Humberto
21/10/07




Jorge Humberto
Enviado por Jorge Humberto em 23/10/2007
Código do texto: T706098
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Humberto
Portugal, 51 anos
2622 textos (67242 leituras)
22 áudios (940 audições)
13 e-livros (542 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 09:12)
Jorge Humberto