Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Discreta lua

A lua, de que falas, eu não vi.
Vi um brilho redondo no horizonte.
Será que a tua lua é dos amantes
ou se reserva em brilho só pra ti!?

Quem sabe é dos versos que perdi
por não saber olhar o firmamento,
ou por não ter cumprido o juramento,
quando, a primeira lua, eu conheci?

Não sei! não sei! Jamais entenderia!
A lua tem seu própio sentimento!
E se deixei de ver, por um momento,
a lua, que a noite anuncia

e que me ofuscou o pensamento.
Então, peço perdão à poesia!
Herculano Alencar
Enviado por Herculano Alencar em 12/11/2005
Reeditado em 01/08/2020
Código do texto: T70734
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Herculano Alencar
São Paulo - São Paulo - Brasil, 66 anos
1694 textos (80356 leituras)
343 áudios (2763 audições)
14 e-livros (5329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/09/20 19:55)
Herculano Alencar

Site do Escritor