Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EM SONETO, CAIS!

EM SONETO, CAIS!
                        (Aos que freqüentam o Navio-Bar – Cais 43)
 
                        Sou o pirata da caneca de Rum,
                        Sou o capitão desta nau catarineta,
                        O estivador, um cidadão comum
                        Ou um bêbado jogado à sarjeta.

                        Vago na fumaça dos cigarros
                        Contornando silhuetas femininas,
                        Brindando à vida, tirando sarros
                        Em escaldante sol ou em neblinas.

                        Do alto, a lua perfaz-se em duas quilhas,
                        Enquanto as lembranças me fazem rondas,
                        Fecho o coração no convés, abro escotilhas

                        E as lágrimas escapam dos tubos lacrimais:
                        São as saudades, bátegas como as ondas,
                        Que lavam noite e dia, as pedras deste cais.

                                                                     Marcos Cavalcanti


Marcos Cavalcanti
Enviado por Marcos Cavalcanti em 24/10/2007
Código do texto: T707643

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcos Cavalcanti
Santa Cruz - Rio Grande do Norte - Brasil, 44 anos
46 textos (2846 leituras)
3 áudios (106 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 15:55)
Marcos Cavalcanti